quarta-feira, 19 de agosto de 2015

FIM DA UNIÃO ESTÁVEL DOS ARTISTAS JOELMA MENDES E CHIMBINHA

     Confirmado: os músicos Joelma e Chimbinha, líderes de uma das bandas mais cativantes do Brasil, a Banda Calypso, se separa oficialmente nesta quarta (19), depois de 18 anos de união estável. Mas, boatos vinham circulando desde o mês de Julho sobre a separação. Uma nota oficial foi divulgada em suas redes sociais, com os seguintes dizeres: A união deu fruto a dois filhos maravilhosos, projetos e parcerias tanto na vida pessoal quanto profissional, como a Banda Calypso. Queremos ressaltar que o respeito, gratidão, amizade, admiração e parceria permanecem recíprocos.


CONFIRA A NOTA COMPLETA NA FANPAGE DA BANDA! 

Texto: Joe Aranha
Imagem: Internet

sábado, 8 de agosto de 2015

CRÍTICA DO FILME: QUARTETO FANTÁSTICO: O “FANTÁSTICO” FICOU FALTANDO por Alysson Melo

     

   O Novo Reboot dá inicio? A nova franquia Quarteto Fantástico liderado por Senhor Fantástico (Miles Teller), a Mulher Invisível (Kate Mara), o Tocha Humana (Michael B. Jordan) e o Coisa (Jamie Bell). O grupo se une para proteger a humanidade do ataque do Doutor Destino (Toby Kebbell). O filme começa de forma bem introdutória mostrando os heróis ainda na infância e pouco a pouco vamos sendo apresentados aos personagens de maneira lenta e calma. Aqui vemos o novo Quarteto de forma apática e sem muito carisma.
     O diretor Josh Trank que dirigiu o ótimo “Poder sem Limites”, nesse perde a mão ao tentar ousar e inovar em seu novo filme, só o talento dos atores protagonistas não foi suficiente para deixar o filme melhor. O elenco é jovem, bonito e tem um certo chamativo, possuindo um bom entrosamento em cena, assim como o vilão o Dr. Destino.


     O maior problema é o roteiro fraco e mal desenvolvido dando muita ênfase na origem deles e não na ação propriamente dita, que ficou mais para o final da narrativa. Até foi feita uma boa introdução, apesar de concluir que várias cenas apresentadas foram desnecessárias e que poderiam ter dado ao longa um ritmo mais ágil e dinâmico. É como se o filme tivesse sido dividido em dois e a parte onde rola muita ação, onde mostraria bem as habilidades de cada personagem, ficasse para a parte dois.
   Para ser uma nova franquia, o reboot deixou muito a desejar em diversos sentidos, alguns personagens foram mal aproveitados e aparecem pouco em cena como o Dr. Destino se tornando um vilão bobo e mal apresentado. Onde está o Quarteto Fantástico do título? Confesso que não esperava muito desse filme, mas que ele poderia ser melhor, poderia. Não vemos em momento algum o “fantástico”, o grupo aparece juntos em poucas cenas envolvendo ação, adrenalina que desse para crer que se tratava de uma equipe ali, talvez se a narrativa fosse direto ao ponto teria tido mais êxito no seu resultado final.
    Caminhando para o seu término, o mesmo se encerra de forma ruim e dando brecha para uma continuação. Talvez, na segunda parte, acredito que possamos ver finalmente o Quarteto Fantástico. Ou não?! Essa é a pergunta que não quer calar.

NOTA: 6/10

Texto: Alysson Melo
Imagens: Internet

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

60 ANOS DA MORTE DA PEQUENA NOTÁVEL CARMEM MIRANDA

     Há 60 anos perdíamos uma das grandes artistas femininas de nosso país... Carmem Miranda. A “Eterna Notável” nos deixou no dia 5 de Agosto de 1955, aos 46 anos, vítma de um ataque cardíaco. “Ta-hí”, “Balancê”, “Camisa Listrada” e “Mamãe eu Quero” são  algumas de suas canções de maior sucesso, e que são tocadas até nos carnavais atuais.


CLIQUE AQUI E RELEMBRE SEU GRANDE SUCESSO"TA-HÍ"
GRAVADO EM 1930
Texto: Joe Aranha
Imagem: Internet